Seguidores

quinta-feira, 31 de janeiro de 2013

A DIGNIDADE HUMANA (Parte II )

Segundo o Dicionário da Língua Portuguesa da Porto Editora,7ª edição, 1994, a palavra DIGNIDADE significa: qualidade moral, que infunde respeito; e DIGNIDADE HUMANA: valor particular que tem todo o homem como homem, isto é, como ser racional e livre, como pessoa.

Ora,o ser humano está mergulhado num mundo, numa abrangência que constantemente o provoca: são as pessoas, os animais, as coisas, o sistema solar... E o ser humano faz a representação desse mundo através de estruturas sensitivas e de perceções extra-sensoriais.
No que se refere à sobrevivência biológica, todas as estratégias estão garantidas, pois são geneticamente recebidas. Mas todas as estimulações externas para a sobrevivência do ser humano têm de ser tratadas por ele. E ele fá-lo, porque é uma espécie triunfante.
Segundo a filósofa Drª Isabel Freitas, o Homem, a quem não são poupadas as dores da aprendizagem,tem a tarefa de dar significado à realidade, de justificar os seus atos que são orientados por uma intencionalidade.
O seu cérebro atribui um sentido às perceções e usa esta representação para elaborar sobre ela. Melhor dizendo, esta atribuição de sentido passa por três fases: há inicialmente uma leitura estética, depois essa perceção é transformada num valor e, por fim, aparece um terceiro nível de atribuição de sentido, que é racional e abstrato.Os seres humanos utilizam o tratamento dado às perceções para construirem respostas executivas.
Sendo os seres humanos todos iguais, mas todos diferentes, as decisões que tomam dependem da vida de cada um e, pode dizer-se que a maior parte delas são emocionais, ou seja, são tomadas através da inteligência emocional. Aliás, a mulher faz, ao longo de toda a vida primeiramente uma avaliação emocional e, depois, racional, enquanto que o homem funciona ao contrário.

8 comentários:

Anne Lieri disse...

Muito reflexivo esse texto e de fato, se analisarmos as mulheres são sempre mais emocionais em suas decisões que os homens.A dignidade, inerente a todo ser humano, nem sempre é conseguida por todos,infelizmente.Adorei te visitar!bjs,

Maria Alice Cerqueira disse...

Boa tarde Beariz,
Lindo texto reflexivo.
Sim as mulheres vivem segundo a voz de seus corações, já os homens são mais razão, e assim se faz o equilibrismo humano, mas dignidade devia fazer parte de todo o ser humano. A dignidade é a base para a construção de um mundo mais justo.
Amiga Tenha um lindo fim de semana
abraço amigo
Maria Alice

manuela barroso disse...

Minha querida,
Desculpa a demora mas já depreendeste que estive mais atarefada com o convite. Correu tudo muito bem.
Ontem quis aqui vir e não consegui. Realmente a net anda estranha . Encontro pela segunda vez, sem para isso ter feito nada um sr Funnymoods(nem sei se assim se esvreve porque já o vejo ao quadado...)pois trata-se de uma espécie de extensão para captar dados...tive-o num computador agora tenho-o noutro...
E quero pôr o miminho de que falaste E já tentei mas não consegui encontra-lo.
Quanto ao texto que postaste ou eu não te conhecesse! As tuas preferências para um mundo melhor e a luta para a dignificação do ser humano nas suas componentes físico-emocionais.
Adorei Beatriz
Aquele abraço, minha querida!

Beatriz Bragança disse...

Querida ,
Alterei umas coisas.
Vê se concordas.
Bjissss

RioSul disse...

Olá amiga
Belos textos com muita profundida e coerência, parabéns
Um domingo de paz

Abraços,
RioSul

Cristal de uma mulher disse...

Bom dia amiga.

Quero primeiro agradecer sua mensagem em meu blog ao qual fiquei muito feliz..pois da profundidade que falas de teu texto aqui ,da mesma forma foste muito profunda nas minhas letras também.

Parabéns amiga pois pessoas assim vejo muito pouco.

Um grande beijo e te responde no blog..

Rachel Omena

Cristal de uma mulher disse...

Vim aqui algumas vezes para te agradecer seu comentário mais não encontrei nada aqui de ti...só hoje por sorte encontro teu blog que levarei para o meu rápido porque este google está de brincadeira com muitos de nós.

Beijos

✿ chica disse...

Lindo,profundo e reflexivo texto! beijos,tudo de bom,chica