Seguidores

segunda-feira, 31 de dezembro de 2012

Sobre a admiração

Fiquei feliz quando,ao pesquisar,me dei conta de que outros seres pensantes também se haviam debruçado sobre a ADMIRAÇÃO.

«Gostamos sempre de quem nos ADMIRA,mas nem sempre gostamos daqueles que admiramos.»
                                                                                              LA ROCHEFOUCAULD

«ADMIREMOS os grandes mestres,mas não os imitemos.
                                                                 VICTOR HUGO

«O que a juventude tem de melhor é ser capaz de ADMIRAR sem compreender.»
                                                                                            ANATOLE FRANCE

«Duas coisas povoam a mente com uma ADMIRAÇÃO e respeito sempre novos e crescentes...o céu estrelado por cima e a lei moral dentro de nós.»
                                           EMMANUEL KANT

«A ADMIRAÇÃO acaba onde começa a compreensão».
                                      CHARLES BAUDELAIRE

«Há uma inocência na ADMIRAÇÃO:é a daquele a quem ainda não passou pela cabeça que também ele poderia um dia ser admirado.»
    FRIEDRICH NIETZSCHE

sábado, 29 de dezembro de 2012

A ADMIRAÇÃO

Imagem do Google
A admiração é sinónimo de contemplação,mas também pode significar espanto,surpresa,entusiasmo,orgulho,até.
Ao passo que o contrário significa desprezo,horror.
Enquanto antónimo,ninguém se admira.Mas,como sinónimo,pode estar ligado a algo positivo,bom,ou negativo e mau.
Eu fico espantada pelo facto da Rainha Isabel II de Inglaterra,apesar da sua avançada idade,ainda reinar e considero isto como positivo.
Já quanto ao neto solteiro,filho da malograda princesa Diana,que se deixou fotografar nu,fiquei espantada também,mas pela negativa
E de muitas outras situações poderia falar.Divagaria tanto,que era até capaz de dar para um livro.
Basta ver o que está a acontecer em Portugal: enquanto os políticos se deleitam com almoços opíparos,há gente a morrer à fome,o que me espanta negativamente,pois, esta classe não abdica de nada,de nenhuma regalia.
Por outro lado,voluntárias, voluntários e donos de restaurantes,juntam-se e levam comida aos sem-abrigo,o que também me surpreende pela positiva.E há até quem leve a comida a casa das pessoas-à pobreza envergonhada,o que também me admira positivamente.
Quando teremos IGUALDADE?!...
Até quando teremos que esperar?!...

sábado, 22 de dezembro de 2012

NOITE FELIZ

 


Este poema foi escrito pelo meu pai(89 anos),quando ele era mais jovem.

  Foi numa noite invernosa
 Que veio ao mundo,em Belém, Deus-Menino.
 Viu a Terra a Luz formosa
 E nós também
 Naquele Deus-Pequenino.

 Natal!encerra magia!
 Tanto lar!
 Que inspira a Poesia
 E a harpa encantadora
Dalgum magoado cismar...

 Ó noite santa de luz e paz para os pastores a sonhar...
 Tens o condão que seduz
E a graça das flores
 E do orvalho ao luar!

 Foi numa pobre lapinha.
 Por entre ternos abraços de Maria,
 Que numa tosca caminha,
Nasceu Jesus nos frios braços
 Da mangedoura que havia!

 E os anjos em revoada,
 Com as vozes mais amenas,
 A cantar
 A paz sempre suspirada
 Pelos lírios e açucenas
 E p'la vastidão do mar!...

 Olhai p'rá gruta bendita
 E vede:um Deus a chorar!..
. E Maria,
 Com uma graça infinita,
 Lá o está a embalar
 Ao som de santa alegria!...

 E mal rompe a bela aurora,
Na gruta ajoelham pastores
 A adorar...
 E canta-se lá por fora,
 Talvez alados cantores «PAZ e BEM» a anunciar.

 Foi numa noite invernosa
 Que veio ao mundo,em Belém, Deus-Menino.
 Viu a Terra a Luz formosa
 E nós a vemos também
 Naquele Deus-Pequenino!

 J.E.Santos (1942)

terça-feira, 18 de dezembro de 2012

O Natal

Minha neta mais velha(10 anos)insistiu,ao ver os outros blogs, para que eu postasse algo sobre o Natal. Como estava sentada ao computador, pediu-me se poderia ser ela a escrever.Pensei que escreveria o que lhe ditasse. Mas não. O que ela queria mesmo era fazer a sua própria postagem. Disse-me assim: -Vais ver,Vóvó,vai ficar maravilhoso. (Era ela quem me ajudava sempre a colocar as imagens, enquanto estive no Algarve.) No final de ter escrito o primeiro período,queria falar do Pai Natal. Expliquei-lhe tudo muito bem e deixei que fizesse um arranjo. Ficou tristíssima e nem procurou muitas imagens ,para ver qual ficava melhor. Agora,à distância,estou aqui a sofrer como uma condenada,por não ter,ao menos, visto o que ía sair dali. Meu Deus,como a distância altera as nossas maneiras de pensar! Ainda para mais o Natal é triste para mim,pois minha filha vai ser operada à planta de um pé e não vem ao Norte. O meu coração está em mil pedaços. Minha neta,hoje,já me ligou várias vezes(hoje é o último dia de aulas do primeiro período) para me dizer as notas,à medida que os professores mais atrasados vão entregando os testes. Ontem à noite, quando liguei o telemóvel depois de sair do avião, tinha uma mensagem dela a desejar-me uma boa noite. Que Deus me perdoe,mas sinto-me arrependida. Coração de avó sofre!!!

A Violência

Aposentei-me no dia 2 de dezembro de 2011,e nos meus dois últimos anos de serviço, nas minhas aulas de Formação Cívica,com a ajuda de uma psicóloga,( de nome Patrícia)tentámos sensibilizar os alunos contra a Violência. No final do ano, todos tinham de apresentar um trabalho.
 Um grupo,com a minha ajuda,escreveu uma peça,que depois foi representada perante um grande auditório,noutra escola e, entre o público havia algumas figuras de proa da nossa cidade. Os meninos saíram-se bem e até tiveram uma menção.
O outro grupo resolveu redigir um poema onde resumiria tudo o que tinha sido abordado. Acontece que, na véspera da apresentação, o poema ainda não existia.Mas tinha de ser lido por um aluno da turma,para encerrar a sessão. Não tive outro remédio senão pôr-me na pele dos alunos(entre os 13 e os 15 anos) e... começar a escrever.Eis o que saiu:

 Ao tomar conhecimento
 Das sessões contra a Violência
 Veio-nos ao pensamento
 Adquirir mais sapiência.

 Com os Direitos Humanos
 Começou a aprendizagem
Das crianças aos ciganos
  Todos têm sua linhagem

 Que devemos respeitar.
 As Mulheres e as Crianças
 Sempre temos que aceitar
 Em todas nossas andanças.

Em aulas bem interessantes
 De imagens e sua história
 Nós,alunos bem pensantes,
 Enchemos nossa memória.

Sempre muito apelativa
 Era a apresentação
Uma aula muito ativa
 Sem ser de recreação.

 Desigualdade de Género
 É outro tema abordado
 E, fosse qual fosse o número,
 Todos ouvem com cuidado.

 Doméstica é a Violência
Que deu muito que falar
 Formadora com paciência
 A volta consegue dar.

Pois existe sempre um
 Que machista se quer mostrar
 Embora no fim,nenhum
 Sequer ousa discordar.

 Violência no Namoro
 É tema bem interessante
 É preciso haver decoro
 Para a vida ir adiante.

 E,depois destas sessões
 A ajudar-nos no porvir,
 Só vamos colher lições
 E praticar,a seguir.

 Sabedoria e perícia
 Foi,de cada vez,mostrada
 E à drª.Patrícia
 Queremos dizer«Obrigada».

 Escrito por mim em 26 de março de 2010

quinta-feira, 13 de dezembro de 2012

O Natal

Celebra-se a 25 de Dezembro, o aniversário do Nascimento do Menino Jesus.
Ora, quando alguém faz anos, todas as atenções se viram para o aniversariante.Neste caso universal, toda a Terra, deveria lembrar-se do objetivo deste nascimento.
Pelo contrário, a maioria das pessoas só se preocupa com o que pôr na mesa e o que comprar para oferecer.Em Portugal, devido à crise que atravessamos, este ano, haverá menos trocas de presentes. O consumismo vai baixar.
Quem sabe se isso não vai contribuir para um melhor convívio entre as famílias e uma maior aproximação a Deus, nosso Criador.