Seguidores

sábado, 25 de março de 2017

MÃEZINHA


Imagem do Google


Quando menos pensamos, a nossa vida transforma-se de uma maneira absolutamente brutal!
Foi o que aconteceu comigo e me deixou diferente, até sem vontade de escrever. Porém, e apesar de ter consciência da total falta de valor literário e/ou poético, tive, hoje, vontade de publicar esta prosa versificada, que  saiu bem do fundo do meu coração.

AMIGAS e AMIGOS, agradeço, desde já, a vossa compreensão.

Estava tão tranquila,
Respirava bem,
Deixei-a dormir.
Sereno, o meu bem!

Noção do dever,
Um'hora mais tarde,
Me fez acordá-la,
Levantando, a medo,
Sua cabeceira.

Bebeu água espessa,
Comeu a farinha,
Estava controlada
A minha mãezinha.

Festejava, então
Seu aniversário:
Parabéns da filha,
Marido e da neta.

Bisneta também
Se fez  bem presente.
Todos lhe cantámos,
Parecia feliz!

Só faltava mesmo
Abrir as prendinhas
E fazer a festa:
Fiz-lhe essa promessa.

Já não a cumpri!

Quis ir para o Céu,
Festejar por lá.
Deixou-nos, Deus meu,
A carpir por cá.

A presença da minha mãe igualava-se à recepção de um presente diário, acreditem!

38 comentários:

Simone Felic disse...

Olá Beatriz
Sei que não é fácil, mas entendemos perfeitamente,
Lindo seu poema inspirado nela.
Bjs

http://eueminhasplantinhas.blogspot.com.br/

Evanir disse...

O tempo passou mas eu não te esqueci ,
mesmo ..
Minha querida infelizmente também perdi minha mãe
é um dos momentos mais tristes das nossas vidas.
O vazio deixado no peito com nada sera preenchido .
Amada mas existe Deus que é tão bom
te sustentara unica maneira de seguir em frente.
Te abraço com carinho e saudade.
Sua amiga sempre.
Evanir.

manuela barroso disse...

Já não te digo o que meu coração disse ao teu , minha amiga Beatriz . Seu da dor , sei da tua comunhão de vida com tua querida mãe . Um coração manso, de uma bondade e carinho transbordantes . Conheço o teu coração de filha amada . Sei que não conheces limites quando a tua presença é necessária . E não conheces as horas porque o tempo de te dares está em consonância com o Céu . E sei que vais até ao fim porque os teus valores são os valores da ética .
A vida não pára, querida Beatriz . Ainda ontem éramos caloiras da nossa juventude e hoje somos caloiras do crepúsculo da tarde ... E o dia morre para nascer de novo .
Custa a aceitar e até a acreditar , eu sei ! Mas se não aceitamos a vida e a sucessão dos dias , negamos a nossa evolução a caminho das Estrelas !
E tu há és uma delas . Tu brilhas porque , como a luz , não te escondes se precisarem de ti ! Fizeste tudo , sempre como devia ser feito ! Agora é tempo do descanso não de ti, mas da guerreira que existe em ti ! Tenho orgulho de ser tua AMIGA!
Aquele abraço , querida amiga Beatriz !

Toninho disse...

Olá querida Beatriz.
Coincidência neste dia da sua postagem é o terceiro aniversario de morte de minha mãe. Sei desta saudade, deste vazio que vem nos abraçar em certos momentos da vida. Aprendi a conviver com este sentimento de perdas e com fé e orações busco forças para ir superando estes momentos.
Bonita sua declaração de amor e saudade e sabemos de sua dedicação em vida da saudosa mãe.

Que a semana lhe seja leve e abençoada.
Meu carinhoso abraço.
Bjs de paz amiga e não se afaste daqui pois somos uma familia.

vieira calado poemas disse...

Só temos uma mãe.
Que descanse em Paz!
A vida é feita destas coisas...
As minhas saudações de pesar!

Nequéren Reis disse...

É super triste mais ficou as boas lembranças,
bom final de semana, obrigado pela sua visita.
Blog: https://arrasandonobatomvermelho.blogspot.com.br
Canal:https://www.youtube.com/watch?v=DmO8csZDARM

Mariazita disse...

Querida Beatriz
Sei bem avaliar a sua dor. Passei pelo mesmo há bastantes anos, e não passa um só dia que não me lembre da minha querida Mãe (também do Pai...).
São momentos muito difíceis e dolorosos, que só o tempo atenua.
Ficam-nos as lembranças e a certeza de os termos amado, incondicionalmente, até ao último minuto.
Um grande abraço solidário.

Bom Fim-de-semana
Beijinhos
MARIAZITA / A CASA DA MARIQUINHAS

M. disse...

Querida Beatriz, o seu post apanhou-me de surpresa. O que escrever? Que sei bem o que está a passar, pois passo pelo mesmo!
Beijinhos

SILO LÍRICO - Poemas, Contos, Crônicas e Outras disse...

Um dia é dia de ir,
Oh querida Beatriz!
Ela não foi porque quiz,
Mas Deus chamou-lhe ao porvir

Da eternidade, ao dormir
Como uma santa que diz
Ainda ser aprendiz
Da vida. Até o Vizir

Morre. Ninguém é eterno.
Receba um abraço terno,
Com meu carinho e afeto.

Na vida há céu e inferno.
Na morte o vento galerno
Faz o pó em pó completo.

Só o espírito é eterno e o de sua mãe deve estar nas mãos de Deus. Meus pêsames! Por favor volte às lides. Feliz Páscoa. Laerte.

Silenciosamente ouvindo... disse...

Querida amiga Beatriz.
Às vezes as palavras não bastam!
A minha imensa ternura e amizade por si.
Irene Alves

Cidália Ferreira disse...

Maravilhosa postagem! Maravilhoso poema!Amei
Desculpe a demora. Mil perdões. :/

Beijinhos e uma Boa Páscoa.

Cidália Ferreira disse...


PARA SI/TI, E TODOS OS FAMILIARES E AMIGOS, UMA SANTA E FELIZ PÁSCOA. QUE A PAZ RESIDA NOS VOSSOS CORAÇÕES.
.
ABRAÇO-VOS COM AMIZADE E CARINHO

lua singular disse...

Oi Beatriz,
Quanta dor passamos nessa vida.
Eu tive essa dor quando meu pai adotivo morreu, levou com ele um pedaço de mim.
Sinto falta dele até hoje
Mas um dia todos nos encontraremos.
Linda e doída prosa
Beijos
Lua Singular

lua singular disse...

Oi
Beatriz
Na vida nós mais perdemos do que ganhamos.
Dói na ama, dói o peito e a garganta e às vezes nos pegamos sozinhos no banheiro.
Assim está escrito, assim será.
Eu já perdi tudo, devem estar me esperando em algum plano. Sem pressa, apesar das dores.
Obrigada pela força
Beijos
Lua Sungular

lua singular disse...

Beatriz,
errei:
dói na alma
Lua Singular

Nequéren Reis disse...

Amiga que belo poema amei eu perdi a minha vó que era
como um mãe para me, obrigado pela visita.
Blog:https://arrasandonobatomvermelho.blogspot.com.br
Canal:https://www.youtube.com/watch?v=DmO8csZDARM

Carmen Lúcia.Prazer de Escrever disse...

Lindas palavras saídas de um coração melancólico.
Eu também sinto muitas saudades de minha mãezinha.
Bjs Beatriz.
Carmen Lúcia.

lua singular disse...

Beatriz,
Você é muito elegante comigo
A vida a recompensará
Beijos
Lua Singular

Existe Sempre Um Lugar disse...

Boa tarde, lamento a sua dor, por experiência própria sei o que sente, não é fácil aliviar a dor, mas como o tempo é possível.
AG

Simone Felic disse...

Olá Beatriz
Passando para te deixar o desejo de uma semana
abençoada e próspera.
Bjs

http://eueminhasplantinhas.blogspot.com.br/

Evanir disse...

Um dia Deus nos da a chance de viver um pouco mais,
a caminhada as vezes curta ou comprida demais.
Já estive aqui a algum tempo minha amiga,
mas tive que me ausentar. .
Eu entendo que o tempo pode fazer cair no esquecimento,
quando temos preocupações demais...
Espero de todo coração q a amiga,
esteja com o coração um pouco menos dorido.
Uma abençoada semana.
Bjs saudades.
Evanir.

Zilani Célia disse...

OI BEATRIZ!
SENTIDOS E SINCEROS SÃO TEUS VERSOS, PRINCIPALMENTE POR SEREM PARA TUA MÃEZINHA. QUE DEUS A TENHA A SEU LADO.
SÃO MOMENTOS DIFÍCEIS, MAS, PELA BONDADE DIVINA, SERÃO AMENIZADOS E TE RESTARÁ UMA SAUDADE DOCE, E A IMAGEM QUE TERÁS SERÁ A DOS MOMENTOS BONS E ALEGRES QUE PASSARAM JUNTAS.
ABRÇS AMIGA E QUE TENHAS FORÇAS PARA SUPERAR.
http://zilanicelia.blogspot.com.br/

Silenciosamente ouvindo... disse...


Amiga passei para lhe deixar um
beijinho.
A m/sempre amizade e obrigada pelas
suas visitas.
Irene Alves

Mariazita disse...

Querida Beatriz
Depois de uns dias de ausência, primeiro por umas mini férias, depois por doença, estou regressando, devagar...
Já me encontro melhor, terminei os antibióticos, agora é só restabelecer...

Como não há novo post... limitar-me-ei a agradecer a gentileza da sua presença, sempre tão agradável, na minha "CASA". Os seus comentários sabem-me sempre muito bem.
Obrigada!

Bom Fim-de-semana
Beijinhos
MARIAZITA / A CASA DA MARIQUINHAS

Prof. Ms. João Paulo de Oliveira disse...

Cara confrade Beatriz Bragança.
Fazia tempo que não acessava vosso enternecedor espaço cibernético, que denota vossa erudição, bem viver e verve maravilhosa.
Quando cá cheguei, para agradecer-vos pelos embarques e, mais ainda, comentários no livro de bordo do vagão do Expresso do Oriente, sob meu comando, soube do infausto que deixou-vos sem chão.
Embora atrasado, minhas condolências, bem como meu desejo de muita, mas muita força, para suportarem este doloroso transe.
Minha amada e saudosa mãe, a Sra. Matilde Pinheiro de Oliveira (1923-2008), partiu no fatídico dia 24 de outubro de 2008.
A saudades continua infinda...
Caloroso abraço. Saudações compungidas.
Até breve...
João Paulo de Oliveira
Um ser vivente em busca do conhecimento e do bem viver, sem véus, sem ranços, com muita imaginação, autenticidade e gozo.

Zilani Célia disse...

OI BEATRIZ!
PASSANDO PARA TE DEIXAR MEU ABRAÇO E DESEJOS DE UMA ÓTIMA NOITE.
http://zilanicelia.blogspot.com.br/

Toninho disse...

Olá Beatriz um especial abraço com todo carinho pelo dia especial dedicado às mães de Portugal.
Uma semana maravilhosa para voce.
Bjs de paz.

Carmen Lúcia.Prazer de Escrever disse...

Olá Beatriz,passando para lhe desejar uma ótima semana.
Bjs-Saudades.
Carmen Lúcia.

Evanir disse...

Boa noite amiga Beatriz..
Eu demoro mas um dia eu volto meu carinho por você
sempre foi muito especial.
Desejo uma abençoada semana.
Beijos.
Evanir.

manuela barroso disse...

Não saírei do teu pé :) , enquanto não vir uma nova postagem. Nem que sejam flores! ELA, vai sorrir! Eu, ouvir-te-ei melhor
Aquele abraço, querida Beatriz!

~~~~ *~~~~~~

Mariazita disse...

Querida Beatriz
Uma vez mais sem novidades por cá... :( , venho expressar o meu agradecimento pela presença e gentis palavras na minha "CASA".
Faço minhas as palavras da Manuela - Nem que sejam flores!
Nem que seja uma reposição - acrescento eu.
Fico (ficamos) aguardando.

Bom Fim-de-semana
Beijinhos
MARIAZITA / A CASA DA MARIQUINHAS

✿ chica disse...

Vim te ver e deixar um grande abraço e beijo! Ótimo fds! Tuuuuuuuuuuuuuuudo de bom! chica

lua singular disse...

Oi Beatriz,
Temos que aceitar a morte, ela é inevitável
Quem chorará por nós?
Beijos
Lua Singular

Luma Rosa disse...

Oi, Beatriz!
Voltando aos poucos ao mundo dos blogues...
A dor da ausência infelizmente é para sempre e temos que nos acostumar com ela. Parece duro escrever isso, mas não tem como não se conformar. Diferente da saudade que podemos ir ao encontro para "matá-la", mas a dor da ausência é uma dor que deixa um buraco no peito que nunca será preenchido. Compreendo perfeitamente a sua dor, mas eu já estou no estágio da conformação.
O cicho continua.
Beijus,

Silenciosamente ouvindo... disse...


Passei para desejar que se encontre bem
e deixar-lhe um beijinho.
Irene Alves

Silenciosamente ouvindo... disse...

Amiga desejo que se encontre bem.
Vir aqui é estar um pouco consigo.
Bjs.
Irene Alves

Nequéren Reis disse...

Lindo poesia para sua querida mãe,
tenha uma semana abençoada, obrigado pela visita.
Blog: https://arrasandonobatomvermelho.blogspot.com.br/
Canal:https://www.youtube.com/watch?v=DmO8csZDARM

Carmen Lúcia.Prazer de Escrever disse...

Olá Beatriz,estou com saudades de você.
Desejo uma semana linda com muitas alegrias.
Bjs-Carmen Lúcia.