Seguidores

quarta-feira, 2 de outubro de 2013

AUSÊNCIA

Imagem do Google
Sou, por feitio, feliz
E sempre muito optimista;
Vou consolando quem diz
Estar sempre na negativa
E não viver como quis.

Mas tenho um espinho encravado,
Dentro do meu coração:
Só por não estar lado a lado,
Ou viver em comunhão
Com quem por mim é amado.

Os pais vivem a Oriente,
Eu, no centro da cidade,
Filha e netas lá no Sul;
Por mais que eu seja consciente,
Eu sinto mesmo é Saudade.

Dela, às vezes, fico alheia,
Quando vou até à aldeia
E passo uns dias com os pais;
Pois, na cidade, o espaço
Para nós todos, é escasso.

Eu tenho as meninas longe,
Mas do longe se faz perto.
Para afastar a Saudade
E sentir Felicidade
Atravesso até o deserto.

E então, de vez em quando,
Ando de cá para lá;
Ora nos ares,navegando,
Ou no comboio, trilhando
Terras aqui e acolá.

Até que chego ao destino.
E então é um desatino
E Felicidade só:
Para as meninas,p'rá mãe
E muito mais para a avó.

49 comentários:

MARILENE DOMINGUES disse...

Olá Beatriz, boa noite! Que inspiração mais gostosa você teve nesse poema. Não importa se estamos sós o que interessa e sermos leves, a solidão as vezes bate e a saudade maltrata, mas o importante é sabermos que se dobrarmos a esquina mesmo que esteja distante,acolhemos a quem amamos e passamos dias felizes. Assim vivemos com saudade constante das pessoas queridas e sabemos longe. Adorei esse lindo poetar.
Beijos com muito carinho
Marilene

Humberto Maranduva disse...

Olá, mana!

Hoje sou o segundo a comentar o teu poema: muito interessante a denotar alguma saudade da família.
Lembrando Epicuro, o menos é mais, que é aquilo que significa a estranha sensação de vazio que sentimos pela ausência dos nossos entes queridos - sei do que falo.
Por outro lado, quanto mais longe da vista mais perto do coração.
Beijos.

ANALAICE disse...

Olá amiga Beatriz...Que lindo texto!!!

Desculpe a demora em lhe responder sobre o sorteio Loucura geral 2... Se você tiver um endereço de entrega no Brasil (parente ou conhecido que possa receber o prêmio, caso seja sorteada),creio que possa se inscrever sem problemas, mas se quiser confirmar é só deixar um recadinho lá no post do sorteio e tenho certeza que a amiga Diva lhe responderá com prazer...

http://marilac-artesanatos.blogspot.com.br/2013/09/loucura-geral-2.html

Beijos e muito obrigada pela visita.

Luma Rosa disse...

Ah, Beatriz!! Que poema mais fofinho!! Senti todo o seu carinho pela família e também sua natureza feliz. Essa natureza é aquela que quer todos debaixo da asa aconchegados! Mas a vida leva as pessoas que amamos para longe do abraço, porém cada vez mais perto do coração!
Beijus,

Marlene disse...

Olá Beatriz!!

O Cupuaçu é uma fruta: grande, pesada, volumosa, perfumadíssima.
É originário da Amazônia, e parente próximo do cacau.

O creme de cupuaçú pode ser substituído por outras frutas, pode se a geléia de morango, abacaxi, ou outra geléia de sua preferência,e que combine com chocolate!

leninha brandao disse...

Oi amiga querida!
Vivo a mesma situação que tão lindamente descreveu em teu poema.Meus filhos e netos moram no Estado de Minas Gerais e eu no Estado do Rio de Janeiro. Vou visitá-los sempre que posso, e, também eles vem até aqui, mas o que eu mais gostaria seria morarmos todos juntos, para eliminar a saudade de nossas vidas.
Lindíssimo o teu poema e descreve com perfeição aquilo que transborda em nossos corações.
Bjssssssss, amiga querida.

Pérola disse...

Um poema cheio de musicalidade e rimas perfeitas.

Beijo

Nina Filipe disse...

Olá meu amor, nós e o sofrimento das netas, mas penso que se fosse estar longe era para mim melhor, mas depois de sete anos de tanto sofrimento e ficar em coma durante oito dias tudo porque sempre lutei na justiça que é mais cega que um pinheiro, chegar há triste conclusão que o piolho com apenas 10 anos já é ela que diz que não quer ver mais os avós.
Amiga podia esperar tudo isto mas não agora tão cedo e tão tarde.
Beijinhos de luz e muito amor no seu coração.
Mas a mesma dor que nos destrói é a mesma que nos dá força.

Toninho disse...

A vida as vezes nos coloca longe das pessoas que mais amamos.Há uma saudade que insiste em nos acompanhar. Sua inspiração tem nome e local certo amiga.Desde que de casa saí aprendi a conviver com esta saudade.Perfeita sua construção/inspiração para falar desta saudade.
Carinhoso abraço de paz e luz.
Beijo.

Existe Sempre Um Lugar disse...

Boa noite, Beatriz!
Lindo poema de saudade da sua família, adorei ler o que escreveu, tenho admiração por tudo que escreve.
A sua saudade está a pouco mais dos sessenta minutos ou a poucas horas de distancia.

Abraço

ag

Donna Granada disse...

beautiful =) thanks for visiting my blog =) hugs http://anotsosecretlife2011.blogspot.com/

Ana Dias disse...

Querida Beatriz, lindo seu poema sobre a saudade.Perfeito!! Parabéns!!!
Desejo a vc um final de semana lindo e abençoado pelos anjos.
Bjinhos da amiga
Ana Dias

Vivian disse...

Olá, Beatriz!!

Belíssima poesia!!!
E como dever ser belo e emocionante este encontro!!Saudade é boa quando podemos ameniza-la com as visitas, mesmo poucas nos enchem de alegria!
Beijos!

O Leão da Montanha disse...

Lindo poema!

Está de parabéns!!

Te desejo muito sucesso.


www.teoriasdoleaodamontanha.com.br

Dorli disse...

Oi Beatriz,

Não se lastime querida, a vida é mesmo assim. Muitos mudam, outros morrem e eu que não tenho quase mais ninguém?
A saudade eu deixo num cantinho do meu cérebro e assim vou vivento sem pensar muito no passado.
O seu comentário no meu blog some quando você posta porque é moderado
Beijos
Lua Singular

Cadinho RoCo disse...

Por vezes não precisamos da aproximação física para sentirmos intensidade de um belo e caloroso encontro.
Cadinho RoCo

Evanir disse...

Com meu carinho de sempre
e amor incondicional .
Estou marcando minha presença
para desejar um abençoado final de semana.
Desejo de coração que veja minha postagem .
Quanto a comentar ficarei feliz mais faça aquilo
que mandar seu doce coração.
Beijos que sei final de semana seja na benção e na paz de Deus.
Evanir.

Ricardo- águialivre disse...

A saudade é um sentimento doloroso. No entanto, por vezes, faz-nos recordar coisas belas e boas que nos aconteceram.

Já tenho tido saudade de ter...saudade

Desejo um fim de semana muito feliz
**********************
http://pensamentosedevaneiosdoaguialivre.blogspot.pt/

José María Souza Costa disse...

Olá, bom dia, Beatriz.

Hoje, é sábado. Na minha Sampa, estamos na Primavera. Tempo de frio e ventos, tudo juntos e misturados. Mas, certamente não falta o aquecimento humano em quaisquer lugar, onde encontra-se uma Alma, amiga e admirável.
Por isso, desejo-te, um fim de semana bom. Com alegrias e contentamentos mil.
Além do meu Sentimento de Amizade. Saúde e Paz. Estou te esperando, para falarmos do " tempo", lá na minha página.
Um abraço, do tamanho dos seus sonhos.

Nilson Barcelli disse...

É assim a vida, os que amamos nem sempre estão perto de nós.
Avós sofrem... eheheh...
Gostei muito do teu poema, nota-se que foi o coração a ditá-lo.
Beatriz, minha querida amiga, tem um bom fim de semana.
Beijo.

✿ chica disse...

Que lindo,Beatriz! Realmente sentimos saudades.Eu tenho filhos no exterior e mesmo os daqui, por vezes passamos tempinho sem ver. Mas os encontros, sempore felizes, lindos! beijos,tudo de bom,chica e um ótimo fds!

manuela barroso disse...

Sei o que esse coração sente. Mas ele é de tal forma grande que tens sempre a facilidade e disponibilidade de estares sempre presente onde és precisa. Contigo não há longes, não há tempo limitado porque tu esqueces tudo para oferecer o que tão grande tens em ti: Amor que chega para todos.
E a tua poesia, Beatriz, é o que vou dizendo. As tuas asas começam a ser tão leves que não vais ter limites nesse teu voo!
Lindo Minha querida.
Bejis para todos
E
Aquele abraço!

Rosa Mattos disse...

olá Beatriz, lindo poema. A saudade dói no peito, mas o momento do reencontro compensa tudo.

Lindo final de semana. beijinhos♥

Rosa Mattos
http://contosdarosa.blogspot.com

Cidália Ferreira disse...

Boa tarde Beatriz de Bragança

Maravilhoso
Ai as saudades... ui nem posso falar, mas é lindo o sintoma da saudade....
Tenho os meus meninos tão longe,mas tão longe, que vivo o ano inteiro com saudade.

beijinho

Bom fim de semana.
http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

Silenciosamente ouvindo... disse...

Ai as saudades...ai a ausência da
Família...como dói por vezes.

Tenha um bom fim de semana.

Bj.

Irene Alves

Nequéren Reis disse...

Olá!!!, Deus te abençoe boa tarde, amiga tenha um final de semana maravilhoso, amiga querida me desculpe por essa falta de não te visitar era um problema no meu pc mais graça a Deus esta tudo bem e com certeza vou te visitar todos os dia por que eu amo poesias, poemas e belas mensagem que vc faz com todo carinho, e muito obrigada pela visita amei a cobrança e a poesia de hoje esta encantadora. SUCESSO AMIGA.
já estou te seguindo aguardo retribuição.
Blog: http://arrasandonobatomvermelho.blogspot.com.br
Canal de youtube: http://www.youtube.com/NekitaReis

Dorli disse...

Oi querida
Desculpe a demora do comentário, tive que sair.
Bom fim de semana
Beijos
Lua Singular

Márcia Rocha disse...

Lindo, como TODOS os seus poemas.
Passando por aqui para agradecer o carinho de sempre, e desejar te um Excelente Fim de Semana :0)
Beijos Márcia (Rio de Janeiro - Brasil)

http://decolherpracolher.blogspot.com

MARIA MACHADO disse...

Boa noite querida Beatriz. Amiga passei para te dizer obrigada por tudo, e para ler esse maravilhoso poema, Parabéns que linda sua história, há saudades dói mesmo.

Tenha um Sábado-feliz!!

Maria Machado

Fernanda Oliveira disse...

Olá amiga Beatriz!
Que pelo poema... gostei muito!
Amiga quando postar, passe em meu cantinho e deixe-me o link, pois não aparece lá suas atualizações, por isso demoro a vir aqui.

Beijos em seu coração!
Fernanda Oliveira

Roberta Aquino disse...

Que lindooo!

OLá querida .. amei seu blog e estou seguindo. Nos visite, curta e siga também .. bjs

Tem post novo lá no nosso cantinho .. passa lá.
Beijos e Bom domingo!

Roberta e Luma
http://princesaluma.blogspot.com.br/
http://motivosparaestareserfeliz.blogspot.com.br/

Tamara disse...

Creo que es el primer poema que no pido a blogger que me lo traduzca y la verdad, me ha encantado su esencia. Un besazo.

Dorli disse...

Bom dia Beatriz,
Passando para fazer-lhe uma visitinha e lhe desejar um bom domingo
Beijos
Lua Singular

Jamilly Mãe do Lucas Davi disse...

Obrigada pela sua visita no Mamães em Rede!
Seu cantinho é um espaço lindo para amantes da poesia.

Beijos

Esplendor da Criação disse...

Oi Maria, obrigada pela visita e mns. Sabe, me chamou demais a atenção, chegar aqui e ver sua mns.Ontem a noite me deitei e fiquei pensando nos meus blogs, como não tenho mais publicado,pensei em fechar e ficar só com facebook,faço muita coisa na net e não tenho tempo pra tanto,rsrsrrs,e só isso. Fiquei a pensar!!! Um lindo domingo pra você! Bjs.

Cristal de uma mulher disse...

A vida sempre recomeça cada dia minha querida amiga, e com ela os sonhos se somam para que com o dia a dia floreça..

Sempre linda sempre terna.

Um beijo no coração

Cristal

Sissym Mascarenhas disse...

Beatriz,

Eu A M O surpresas. Então, fiquei muito feliz quando percebi que era voce a comentar. Realmente, faz tempo que a sigo, mas é bastante compreensível que não podemos visitar todos e muitos são por demais queridos.

Logo que comecei a blogar, não me esqueço de uma amiga que estava sofrendo porque seus 02 meninos já eram 2 rapazes indo morar em outra cidade por causa de estudos. Eu e outras/os amigas/os falamos muito e muito com ela, até o dia que aquela dorzinha da separação já havia modificado de tristeza para uma nova fase da vida que foi se adaptando. Eu fiquei me sentindo muito bem, naquela época, porque percebia que todos somos iguais e a internet pode ajudar com apoio e solidariedade.



Bjs

Evanir disse...

Estou passando para deixar meu carinho
ler seu comentário que tão bem faz para o meu coração.
Eu amo acarinhar você mesmo sendo trazendo uma colinha
mais certamente acredita que do seu blog
carrego cada mensagem comigo.
Fico feliz de ser privilegiada
com sua dedicada amizade.
Deus abençoe sua semana beijos milhões
de carinhos na alma.
Evanir..

Maria Emilia Moreira disse...

Olá Beatriz!
Estar longe da família dá sempre uma certa saudade...
Mas o longe se faz perto, haja saúde, amor e boa disposição.
E parece que não te falta!!!Gostei do teu poema.
Felicidades, cara amiga. Boa semana.
Beijos da M. Emília

Ig BasSal disse...

Beatriz
Desculpe a demora em responder-te, mas estou trabalhando, então casa marido filha, saúde meu que debilitada, assim somente hoje tive tempo de ver os comentários. Vou colocar as imagens no google plus assim posso colocar as imagens. Mas trata-se de um tipo de macarrão italiano mas, parece, consumido no mundo todo, pois sua forma anelada ajuda a pegar o sabor de molhos e caldos. Mil desculpas e beijos (e se você tiver alguma dica de receitas de Portugal (principalmente das receitas do porto) adoraria publicar. Um dia espero conhecer esta terra tão decantada em prosa e verso.
Beijos no coração
Dona Sinhá

Existe Sempre Um Lugar disse...

Olá,
Obrigado pela simpática visita ao meu humilde blog.

Abraço

ag

Pérola disse...

É muito bom ver e sentir a saudade transformada em arte.

Beijos

Nequéren Reis disse...

Olá!!!, Deus te abençoe tenha uma semana vitoriosa, amiga passando para uma visita e agradecer por sua amizade, SUCESSO AMIGA.
Blog: http://arrasandonobatomvermelho.blogspot.com.br
Canal de youtube: http://www.youtube.com/NekitaReis

Zilani Célia disse...

OI BEATRIZ!
EIS A VIDA...
TEMOS FILHOS, OS CRIAMOS COM TODO NOSSO AMOR E CUIDADO, MAS, CHEGA UM MOMENTO QUE É SÓ DELES E VÃO PARA A VIDA, COMO NÓS UM DIA FOMOS, TAMBÉM DEIXANDO A CASA DE NOSSOS PAIS E NESTA SEQUÊNCIA IMPLACÁVEL, TEMOS DE NOS RECONSTRUIR E FAZER COMO FAZES,QUANDO BATE A SAUDADE, IR AO ENCONTRO DELES E USUFRUIR UM POUCO DESTE CONVÍVIO QUE NOS É TÃO CARO.
ABRÇS
http://zilanicelia.blogspot.com.br/

OceanoAzul.Sonhos disse...

Olá Beatriz. Gostei muito das suas palavras e senti-me bem aqui, no seu espaço.

Voltarei.
beijinho
cecilia

Dorli disse...

Oi, Beatriz
Passando para lhe desejar um fim de noite e um bom começo de semana
Obrigada
Beijos
Lua Singular

Carmen Lúcia.Prazer de Escrever disse...

Lindo poetar amiga Beatriz!
Como sentimos falta dos nossos familiares.Quando estamos longe,queremos logo estar perto,principalmente quando somos avós como eu.

bjs amiga e obrigada da visita e comentário em meu espaço.
Carmen Lúcia-mamymilu

José María Souza Costa disse...

Estimada, Beatriz.
Tudo bem ?

Li o seu comentário no meu blogue, e percebi um texto estritamente saudoso, dolorido,olhando as letras de um tempo que passou, e caminhou junto com a adolescência, com a juventude enfim. Confesso, que eu também sou um saudoso do tempo escolar. Da universidade. Tanto que ao ler o teu comentário, vim ao teu blogue. No Brasil, também, os Professores são maltratados, mal remunerados. Espancados, em plena Av. paulista, a mais popular do Brasil, na cidade de São Paulo, por reivindicar salários melhores. Enfim, creio que as agressões, à Professores, tem um tendência Mundial. Lamentável. Mas, é verdade. Um abraço querida.





M. disse...

Querida Beatriz,
imagino as saudades! Contudo, hoje temos telemóveis, Skype e outros meios que sempre ajudam a atenuá-las.
Beijinhos, bom fim-de-semana :)