Seguidores

domingo, 14 de julho de 2013

A PARTIDA

Que sensação tão diversa
A da chegada e partida!
Na primeira,é só conversa,
Na outra...toda caída,
Seja à 2ª ou à 3ª.

Deixar p'ra trás quem amamos
É bem triste solução
Não há arrufada, biscoito ,
Nada que nos ofereçamos
Vai mudar a situação.

Só penso como aguentar,
Sem perder minha razão.

Já me apetece voltar!...

Vou esquecer que, agora não.
Agora, é mesmo p'ra andar,

Para o Norte, aonde vivo
Me sinto como um cativo,
Num cenário bem diferente,
Conhecendo toda a gente,
Mas...sem meus amores comigo.

Tomo um chá, p'ra relaxar,
Esboço o melhor sorriso,
Só para ninguém chocar.
E lá vou,com muito siso,
Após todos abraçar!!!...


BEATRIZ de BRAGANÇA SANTOS

25 comentários:

José María Souza Costa disse...

CONVITE
Passei por aqui lendo, e, em visita ao seu blog.
Eu também tenho um, só que muito simples.
Estou lhe convidando a visitar-me, e, se possível seguirmos juntos por eles, e, com eles. Sempre gostei de escrever, expor as minhas idéias e compartilhar com as pessoas, independente da classe Social, do Credo Religioso, da Opção Sexual, ou, da Etnia.
Para mim, o que vai interessar é o nosso intercâmbio de idéias, e, de pensamentos.
Estou lá, no meu Espaço Simplório, esperando por você.
E, eu, já estou Seguindo o seu blog.
Força, Paz, Amizade e Alegria
Para você, um abraço do Brasil.
www.josemariacosta.com

\

Anne Lieri disse...

Beatriz,me encantam suas poesias e as pessoas adoraram ler vc lá no meu Recanto!Eu que agradeço!Obrigada por lembrar de mim em suas orações!Bjs e boa semaninha!

Beatriz Bragança disse...

Querida avó
A partida de qualquer parente nosso deixa - nos abalados e tristes.
Mas temos que pensar sempre pelo lado positivo e no teu caso sempre que abalas podes não estar presente na vida real mas estás sempre presente no meu coração!
Beijinhos da neta que te adora
Leonor

Jonas R. Sanches disse...

Bom dia Beatriz, bela sua poesia...

Uma semana repleta de luz a ti!

Silenciosamente ouvindo... disse...

Amiga como eu entendo este poema.
Ao longo da vida vivi muitas
situações de chegadas e partidas...
Sei quanto custa. E quando a
partida é dum país estrangeiro e
deixamos lá os que amamos...
A sua pergunta onde vou buscar os
vídeos: tenho um grande registo dos
meus muitos interesses, depois tenho
amigos/as que por vezes me referem
x vídeo com interesse, e assim vou
conseguindo. Tento ser partilhar
aquilo que eu gosto e que considere
ter alguma qualidade.
Já conhece o meu blogue
http://sinfoniaesol.wordpress.com?
Não aceita seguidores, mas aceita
comentários.
Um beijinho
Irene Alves

Toninho disse...

Sabe Beatriz, tem uma musica aqui, que se chama Encontros e despedidas,em certo trecho diz: "o trem que chega é também da partida, a hora do encontro é também da despedida..."
Ótima e triste inspiração com toda sua arte na construção da poesia.
Linda semana de paz,luz,alegria e poesia.
Carinhoso abraço amiga.
Beijo.

Dorli disse...

Oi Beatriz
Sabe que sempre me encanta suas poesia, são poesias de vida com amor, saudade e dor
Adorei
Um beijo no coração
Lua Singular

✿ chica disse...

Lindo e reflexivo,Beatriz! Quem chega parte depois...Chega a dar um arrepio, lembro do meu filho de longe! bjs praianos,chica

Tamara disse...

Siempre que vengo a tu blog me da la sensación que aprendo algo nuevo, no se, pero creo que hoy debo dejarte algo que puede que te inspire.

La vida es una larga experiencia y solo hay una forma de andar por ella que es aprendiendo a cada paso que das

Luma Rosa disse...

Oi, Beatriz!
Também não gosto de partidas, mas tive que aprender a conviver com elas desde cedo.
A saudade é a resposta ao quanto gostamos de ficar junto de quem amamos! O grande lance é aproveitar o espaço de tempo entre a chegada e a partida! :)
Boa semana!!
Beijus,

Anne Lieri disse...

Oi Beatriz!Vim reler sua comovente poesia e agradecer sua gentil visita.Que tenha uma bela quarta feira!bjs,

Lúcia Bezerra de Paiva disse...

Você "joga" poesia à simplicidade da vida, ao dia-a-dia, no que há de bonito de se ver e sentir. Como gosto de vir aqui, Beatriz!
Beijos,
da Lúcia

manuela barroso disse...

No norte onde nasceste
e tens tuas amizades
também cá fazes falta
as ruas que percorreste
sem ti estão tão vazias
pois fazes falta á "malta"
Com a tua voz macia
e a paz do teu sorriso
é o dia que principia.

Benvinda querida amiga!
Beijinho grande


Gracita disse...

Olá minha querida
O momento da chega é sublime mas a partida machuca o coração. Teu poema é espetacular minha amiga.
Hoje vim deixar meu abraço de afeto e carinho. Vou ausentar-me por alguns dias para descansar. Voltarei energizada. Meu coração se encherá de saudade mas esta pausa é necessária. Agradeço a sua visita ao meu recanto poético. Você o deixa iluminado com teu halo de luz. O teu carinho e a tua amizade são muito importantes para mim. Deixo beijokinhas com sabor de saudade recheadas com o carinho da minha amizade.
Gracita
Tem um mimo pra você!


Ig BasSal disse...

Querida Beatriz
Venho tentando te visitar faz tempo, mas minha falta de atenção (estou com problemas de saúde) está grande então só agora localizei o teu blog. E aqui estou achei seus textos maravilhosos. Escreves muito bem mesmo.
Fico muito feliz e agradeço tuas visitas em meus blogs.
Beijos
Dona Sinhhá

Bicho do Mato disse...

Oi amiga Beatriz, tudo bem? Vim fazer uma visitinha e agradecer suas visitas e comentários, em meu blog, que são muito importantes. Peço desculpas por ter demorado tanto a vir, doravante virei com mais frequência, prometo. Gostaria de pedir permissão para colocar seu link em meu blog, assim meus visitantes poderão vir conhecer seu maravilhoso espaço. Desculpe a pressa. Voltarei, em breve, com mais tempo para ler e comentar seus poemas. Grande abraço do amigo Marcos. Até mais.

Nina Filipe disse...

Dizem que o amor é cego
mas tomem bem atenção
o amor pode ser cego
mas tem com ele um coração.

Os amigos virtuais
podem ser cegos também
mas não precisam de ver
basta apenas umas frazes
para se poder sentir
como é grande o amor de alguém.

Através de uma telinha
se esconde muito carinho
quem tem amor ao seu próximo
seja lá ele quem for
nunca se encontra sozinho.

Quem não queiser ter amigos
mesmo estes virtuais
entregue seu coração
com toda a dedicação
ame sempre os animais.

Hoje é dia do amigo... mas amigo a gente tem sempre ao nosso lado ou mesmo em pensamento.
Para todos os que me consideram como amiga... fica aqui o meu maior abraço e beijo do tamanho do céu...beijos mil...os que são, são sempre para toda a vida...feliz dia do AMIGO.

Gracita disse...

Olá amiguxinha linda
Passando para abraçá-la neste dia especial e dizer... A verdadeira amizade deixa marcas positivas que o tempo jamais poderá apagar. Um FELIZ DIA DO AMIGO. Desejo que a felicidade venha em profusão para alegrar o teu sábado.
Beijos com carinho e minha sincera amizade
Gracita

Dorli disse...

Oi Beatriz!
Adorei sua interpretação do meu miniconto.
Realmente você é muito inteligente, sim era um poema e bem rimadinho que o coloquei em forma de miniconto.
Parabéns, sou professora e lhe dou nota 10.
Beijos
Lua Singular

Anne Lieri disse...

Beatriz,uma linda semana bem alegre e florida pra vc,amiga!bjs,

Maria Emilia Moreira disse...

Quando a partida é temporária, para umas férias...vai-se com alegria! E quando se encontra a família, ainda melhor! Que bela poesia, falando da vida! Um abraço amigo e boa estadia.
M. Emília
PS. - Tenho tido dificuldades em entrar no blog, não me entendo com o Google e essa história de estar nos círculos de... hoje descobri um comentário...dei um clik e cheguei aqui...

marciagrega disse...

Despedidas sempre me causam mal estar...Principalmente se for de pessoas muito queridas!

Bjussssss

Zilani Célia disse...

OI BEATRIZ!
TENHO PARA TE DIZER QUE TEU TEXTO ESTÁ LINDO E TOCANTE.
PARTIDAS E DISTÂNCIAS DE ENTES QUERIDOS SEMPRE CAUSAM SOFRIMENTO E TER A CORAGEM DE SEGUIR EM FRENTE É PARA POUCOS.
ABRÇS
http://zilanicelia.blogspot.com.br/

Humberto Maranduva disse...

Olá, miúda!

Não há dúvida! Temos poetisa.

Tudo vai do começar.

Mais a sul ou mais a norte
Tu tens mesmo de ser forte
Caminhar pois de tal sorte
Tecerás o tal suporte
Que nos afastará da morte...

Um beijinho

Mariazita Azevedo disse...

Querida Beatriz
As despedidas são sempre (ou quase sempre) dolorosas.
Tenho irmãs a viver no estrangeiro (USA) e sei do que falo.
Quando chegam cá é uma alegria esfusiante! Beijos e abraços sem conta, até matar as saudades acumuladas; mas quando se vão embora... meu Deus! chego a pensar que mais valia não terem vindo, tão custosa é a separação.
Mas... a vida é feita destas coisas: partidas e chegadas. E temos que as encarar com coragem. O que acontece é que, à medida que a idade avança... custa mais!

Minha querida, muito obrigada por todas as suas visitas. Dá-me muita alegria a sua presença.

Uma óptima semana.
Beijinhos

Mariazita